Sergipe registra primeiro caso da subvariante BQ.1 do coronavírus

Sergipe registrou o primeiro caso da subvariante BQ.1 da ômicron, que provoca a Covid-19. A informação foi divulgada, nesta segunda-feira (12), pelo superintendente do Laboratório Central de Saúde Pública do estado (Lacen).

Segundo Cliomar Alves, a amostra coletada no Lacen e analisada pela Fiocruz, foi de um paciente com sintomas leves de Covid atendido numa unidade de saúde de Aracaju.

O superintendente do Lacen também destacou o aumento no número de testes para a Covid-19 e positividade de casos no estado. “Estamos recebendo 170 testes, antes recebíamos 20. A taxa de positividade também subiu de 44% para 66%”, disse.

O professor e pesquisador da UFS, Lysandro Borges, alerta sobre os riscos das mutações.

"Essa variante tem uma característica de possuir mutações que reduzem os anticorpos produzidos pelas vacinas. Essa cepa escapa dos efeitos da vacina, e ela pode causar morte e agravamento nas pessoas não vacinadas ou nas pessoas com vacinação incompleta".

Ainda de acordo com o especialista, é importante retomar o uso do álcool gel, o uso das máscaras em ambientes fechados, evitar aglomerações e tomar as doses faltantes, até a chegada da vacina bivalente que protege contra a BQ.1 e outras cepas.

“A chegada da vacina está prevista para 2023, mas não foi adquirida pelo Ministério da Saúde. Portanto, vamos tomar as vacinas que temos disponíveis para evitar a morte e o agravamento com esse novo pico de casos no estado de Sergipe”.

Via G1 Sergipe

Artigos Mais Recentes

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui