“Jamais seremos persuadidos por certos ‘cabeças brancas’ que no passado silenciaram diante de professores passando fome” disse Nazon do Sintese de Lagarto

“Jamais seremos persuadidos por certos ‘cabeças brancas’ que no passado silenciaram diante de professores passando fome” disse Nazon do Sintese de Lagarto

Os áudios contendo trechos de uma polêmica entrevista concedida pelo coordenador regional do Sindicato dos Trabalhadores da Educação (Sintese), Lagarto, professor Nazon Barbosa, no radiojornalístico da Eldorado FM, deram e continuam dando o que falar nos grupos de WhatsApp do município.

O professor revelou que, “cabeças brancas”, se referindo a importantes membros da política local, tentaram persuadir o sindicato a não aceitar a proposta da prefeita Hilda Ribeiro, que foi devidamente aprovada pela categoria em assembleia realizada na última segunda-feira, 6.

Se reportando aos irmãos Sérgio e Fabio Reis, que pelo visto não ficaram nada felizes com a boa harmonia entre o Sindicato e a Gestão Hilda Ribeiro, Nazon foi enfático:

Não vamos aceitar a educação ser como a gestão deles, com salários atrasados; professores sem qualquer reajuste ou tratar a coisa ‘quanto pior melhor’. Eles deveriam ter avaliado como importante nós professores termos conseguido no município os 33% de reajuste no Piso Salarial, assim como os 14.95% deste ano. O agrupamento dos Reis esqueceu que em certa gestão passada, apoiada por eles, o Magistério municipal de Lagarto ficou três meses sem receber o salário. Professores passaram por sérias privações e eles permaneceram em silêncio. Por que esse barulho agora, diante de uma conquista de direitos? Por quatro anos de gestão apoiada pelos Reis nos não tivemos qualquer reajuste! E isso sim foi inaceitável”, concluiu o professor.

Por Kleber Cavalcanti

Imagens: Portal da Prefeitura de Lagarto

MemberPress Pro