Fábio Reis deixa o mandato de deputado federal após 10 anos sem deixar nenhum legado em Lagarto

o deputado concentrou a maior fatia de suas emendas para o Hospital Nossa Senhora da Conceição que é administrada pela sua família e grupo politico

A política sergipana tem dessas coisas. Numa reviravolta política surpreendente, o deputado federal Fábio Reis viu-se rebaixado para o cargo de secretário de estado. Essa mudança ocorreu inesperadamente e Fábio Reis ocupará o cargo do seu irmão Sérgio Reis, que não conseguiu prestígio junto ao Governo do Estado como secretário e fracassou nas eleições de deputado estadual, ficando como suplente de deputado e que por sua vez forçará seu retorno a Alese.

Fábio Reis completou 10 anos no mandato de deputado federal sem deixar saudades e nenhum legado marcante para Lagarto e para Sergipe, o deputado concentrou a maior fatia de suas emendas para o Hospital Nossa Senhora da Conceição que é administrada pela sua família e grupo politico em Lagarto, foram mais de R$ 300 milhões em emendas em um hospital que acumula gigantes filas de espera por exames, cirurgias e constantes atrasos de salários dos servidores.

A maior prova que o mandato de Fábio Reis foram 10 anos de pura enganação é que qualquer cidadão Sergipano e principalmente Lagartense, tem dificuldades de identificar o legado deixado pelo deputado. Qual grande obra que Fábio trouxe para Lagarto? Nenhuma!

Um fato curioso e preocupante é que Fábio Reis figurou entre os piores parlamentares avaliados em pesquisa recente feita pelo Legisla Brasil e publicado pela Revista Veja, justamente pela sua pequena relevância nos assuntos tratados em Brasília e agora será responsável por essa articulação de assuntos de representação para Sergipe, preocupante pois pelo seu histórico fica claro que não tem capacidade nem como deputado e muito menos como articulador pois sempre foi irrelevante na capital federal.

Artigos Mais Recentes

Artigos relacionados