O superintendente de comunicação de Sergipe, Givaldo Ricardo, anunciou que o toque de recolher está mantido em todo estado até a próxima semana, mas com alteração.

Nesta quinta-feira, 15, aconteceu mais uma reunião do Comitê Técnico-Científico, grupo formado para auxiliar o governador Belivaldo Chagas na tomada de decisões sobre o enfrentamento da pandemia no estado. No entanto, governador optou por ceder às pressões e flexibilizar o horário do decreto.

Todas as outras medidas permanecem mantidas, como fechamento de salões, shoppings, academia e lojas de eventos comerciais no final de semana. A única alteração adotada após a reunião de hoje é a redução do toque de recolher que passa de 20h às 5h, para 22h às 5h.

O Governo adota esta medida em meio a uma alegada “estabilidade em alta” do número de casos e de mortes pela Covid, em Sergipe. Mas, na verdade, O Papa-Jaca verificou que números estão em curva de ascensão.

Pela primeira vez em 2021, óbitos por dia atingem 28 no estado. Na comparação com o dia do último decreto, em 14 de abril, há cerca de uma semana, aumentou em 10 o número de sergipanos que necessitam de ventilação mecânica – saindo de 436 para 446, dos quais 53 estão em leitos de regulação aguardando vaga em UTI.