Com 30% do pulmão comprometido, o ex-deputado e ex-diretor do HNSC Sérgio Reis (MDB) foi internado num hospital particular da capital sergipana. Há 13 dias, ele foi diagnosticado com reinfecção da covid-19, pouco tempo depois de ter sido acusado nas redes sociais de promover aglomerações em chácaras.

A primeira vez que foi contaminado, seu irmão, o deputado Fábio, também foi, além de sua filha. Contaminação se deu em julho, no auge da pandemia, enquanto ambos gravavam vídeos da pré-campanha em bairros da cidade. Na época, Fábio foi flagrado realizando uma festa em seu casarão no centro e participando de trilhões de rally sem máscara – já durante a campanha, inclusive, ele foi multado em R$1 milhão por descumprir liminares do TRE quanto a aglomerações no pleito.

Na noite desta terça-feira (13), o caçula gravou uma sequência de stories resumindo o quadro clínico de Sérgio. No momento, o ex-pré-candidato a prefeito está sob oxigenação, sem a ventilação mecânica, mas apresentando febre persistente. Fábio pediu orações pelo irmão e “por todos aqueles que estão passando por esse momento tão difícil”.

Após anúncio, desafetos políticos se manifestaram desejando recuperação ao filho mais velho do Ninho do Gavião. “Quero desejar saúde e plena recuperação ao ex-deputado Sérgio Reis que encontra-se internado (…). Estendendo toda minha solidariedade aos seus familiares”, tweetou o deputado federal Gustinho Ribeiro (SD).

Confira: