Após dois anos de inutilização, o passeio público anexo do Calçadão Dom Pedro II foi restaurado pela empresa Real Calçados. Caso ganhou amplitude após reportagem do O Papa-Jaca. Local, que pertence originalmente à Paróquia Nossa Senhora da Piedade, havia sido destruído depois de uma reforma feita pela loja em 2018 e permaneceu abandonado, servindo de estacionamento.

Em dezembro, nossa equipe iniciou a exposição do caso através do perfil no Instagram, levando a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Pública (SEMDURB) a encaminhar um ofício à empresa responsável pelo dano para que procedesse com a reforma em até 15 dias. O prazo foi extrapolado em 3 meses, tendo a obra concluída esta semana. Passeio não poderá mais ser utilizado como estacionamento.

O novo trecho conta com rampas de acessibilidade e faixas para pessoas com deficiência visual, que já haviam anteriormente, mas também foram danificadas, além de novidades, como bancos e plantas decorativas. Apesar do local não ser tombado, a ausência das pedras portuguesas, que compunham a arquitetura original, desde que as obras iniciaram, gerou críticas por parte de defensores do patrimônio histórico.

Confira o carrossel com a evolução da reforma: