A prefeita Hilda Ribeiro fez uso da sua conta pessoal no instagram no final da noite de ontem, e veiculou o anúncio da nova decisão. Em sua fala, ela mencionou o fator do aumento de casos da Covid-19 em Lagarto e a taxa de ocupação dos leitos hospitalares que ultrapassou os 70% na cidade.

Em tom sério pela gravidade do momento que a cidade e o estado está passando – num pico de crescimento de casos que segundo especialistas só se equilibrará no final do mês de agosto -, a postura da gestora é de que a preocupação é preservar as vidas e que apenas continuará funcionando serviços considerados essenciais; o restante do comércio estará fechado completamente, ou seja, não abrirá nem para pagamentos.

As medidas começam a ser adotadas após o município registrar 952º confirmados da Covid-19; a atitude da Admnistração Municipal, sucedeu as discussões e fatos que tomaram o espaço da opinião pública lagartense nos últimos dias, envolvendo até mesmo desentendimentos entre a classe empresarial; as novas medidas vêm também no bojo dos movimentos empresariais pela reabertura do comércio na capital.