A Folha de São Paulo, anualmente tabula os resultados do Enem 2019 a partir da base de dados bruta divulgada pelo MEC (Ministério da Educação), para determinar a média dos colégios públicos e particulares no exame. Os dados foram divulgados pelo MEC na semana passada, e como de costume, o O Papa-Jaca também divulga um panorama do desempenho de algumas escolas em Lagarto. 

O IFS Lagarto, que em 2017 esteve na 34ª colocação, foi à 30ª em 2018, e agora o novo balanço referente à 2019 mostra que a instituição manteve a mesma 30ª colocação. Já o Colégio Estadual Prof.º Abelardo Romero Dantas (CEPARD), também conhecido por Polivalente, que subiu da 92ª colocação no estado à 88ª na comparação 2017-2018, demonstrou nova ascendência no ranking, estando na 59ª posição na prova objetiva em 2019. 

Apesar de uma consideração positiva dos índices dessas duas escolas no ranking estadual, vale fazer a análise de alguns pontos. Com relação aos números de 2018, na média da prova objetiva o IFS apresentou uma queda de 580,64 para 544,47 no novo balanço; em contrapartida, houve um aumento da média da redação, subindo de 667,35 para 685,41. 

No caso do Polivalente, a média da prova objetiva diminuiu dos 518,82 em 2018, para 496,88 em 2019. Já na média da redação, a instituição avançou dos 551,9 em 2018 para 654,25 no último balanço. 

Assim como outras escolas sergipanas, o Polivalente teve dificuldades estruturais para implantar o ensino integral a partir de 2018.

Outra instituição de ensino que aparece no ranking é o Colégio Estadual Silvio Romero, que ocupou a 79ª posição da lista entre as escolas de Sergipe, que embora tenha demonstrado uma queda nas médias da prova objetiva e da redação na comparação com os números de 2018, escalou 47 posições na seleção estadual.

A Folha tabulou os dados brutos divulgados pelo Ministério da Educação. Só foram incluídos candidatos que não zeraram em nenhuma das provas objetivas e na redação. Apenas foram computadas as notas dos estudantes com a situação assinalada no Enem 2019 como “Estou cursando e concluirei o ensino médio em 2019”. A partir dessa base de estudantes considerados, foram considerados os colégios com pelo menos dez alunos participantes no Enem 2019 e com pelo menos 50% de alunos participantes no exame.