A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (5) o congelamento do reajuste salarial dos servidores públicos de todo o país até dezembro de 2021. O texto do PLP 39/2020, que vale para o funcionalismo federal, estadual e municipal, volta agora ao Senado. A reanálise será necessária, pois um destaque também foi aprovado retirando os professores e policiais do texto.

Os lagartenses Fábio Reis (MDB) e Gustinho Ribeiro (SD) votaram contra a medida aprovada. Destaque é parte do pacote de socorro da União aos estados e municípios na crise do coronavírus. Lagarto irá receber R$11,1 milhões, a 3ª maior parcela de Sergipe.

Com isso, terão direito a reajuste apenas funcionários das Forças Armadas e profissionais da saúde, além de professores e servidores da assistência social, da limpeza e da segurança pública, incluindo as polícias federal, rodoviária federal, ferroviária federal, civil, militar e os bombeiros.

A exclusão do magistério da lista de carreiras que terão o congelamento no próximo ano foi aprovada ao fim do sessão, após vitória de um destaque ao texto proposto pelo Partido dos Trabalhadores (PT).