O Papa-Jaca acompanhou a 2ª edição do Encontro de Bike Rebaixada, realizado na tarde deste sábado (7) na praça dos Três Poderes. A atividade foi chamada pelas redes sociais e reuniu, pelo menos, 60 bicicletas, segundo a organização.

“Enquanto não tiver espaço pra nossa arte, a rua será o palco pro nosso show.”

Ao todo, 10 jovens se inscreveram para participar também da competição de grau – onde dois competidores tinham de dar voltas na praça empinando, até um cair e classificar o outro. O campeão conseguiu dar um total de 14 giros em cima de um único pneu.

Antes do evento começar nossa equipe conversou com um dos organizadores, o estudante do CEPARD, Ronald França, de 16 anos. Ao relatar sobre a ideia da atividade, ele conta que “como muitos de nós não temos condições para ter um carro para rebaixar, ou até mesmo uma moto, rebaixamos as nossas bikes para andarmos baixos também”, afirmou de maneira irreverente.

Na estampa da camisa de um dos participantes, uma frase dava ainda mais peso à ideia de Ronald: “Enquanto não tiver espaço pra nossa arte, a rua será o palco pro nosso show”. Isto é, o encontro conseguiu trazer também uma carga necessária de resistência. Um debate que vai desde a reivindicação pelo direito ao lazer e ao esporte até o direito à cidade.

O evento contou com três patrocinadores, além da venda de camisas e outros produtos exclusivos. Segundo a organização, a primeira edição foi muito mais simples que a segunda e uma terceira atividade já está sendo planejada. O fotógrafo lagartense Jean Brener foi responsável por montar uma galeria com registros do evento ao O Papa-Jaca.

Confira: