Os professores de Tobias Barreto realizaram protestos e ocuparam a Câmara de Vereadores do município na manhã desta segunda-feira (23) para reivindicar o pagamento do décimo terceiro salário da categoria.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica do Estado de Sergipe (SINTESE), os funcionários da educação foram os únicos servidores do município que não receberam nenhum valor referente ao décimo-terceiro. A primeira parcela do benefício deveria ter sido paga a todos os trabalhadores até o dia 30 de novembro e a segunda, até a última sexta-feira (20).

A Prefeitura de Tobias Barreto informou, através de nota, que pagou todos os servidores, exceto a categoria, porque, apesar de ter dinheiro em caixa, o remanejamento orçamentário que permite o pagamento, encaminhado à Câmara de Vereadores, ainda não foi aprovado.

Segundo, o presidente da Câmara, Romildo Rodrigues, disse que a gestão municipal não forneceu informações necessárias para a análise do documento e aguarda a chegada delas até a Casa. E que, apesar de os vereadores estarem em recesso, pretendem analisar a solicitação assim que estiverem disponíveis.

Texto de G1 Sergipe