Após a inauguração dos telecentros comunitários – em povoados como o Brasília – a cidade se reuniu no percurso da XXVI Corrida Rústica de Lagarto, até o povoado Santo Antônio. Ao todo, o trajeto deste sábado (27) equivaleu a 8km com tempo médio de 45 minutos até 1 hora entre corredores comuns. As primeiras colocações, porém, obtiveram uma média de 29min38seg – sendo o primeiro lugar geral feminino, Marily dos Santos, que marcou o tempo de 32min22seg e o masculino, do lagartense José Nilson de Jesus, da Colônia Treze, com o tempo de 26min55seg.

Foi o maior público do histórico de inscrições da corrida e, mesmo assim, gerou frustrações por parte de pessoas que ainda tentaram correr. De acordo com a Secretaria de Cultura, Juventude e Esporte (SECJESP), responsável pela atividade, as inscrições, que seriam de 8 de março à 15 de abril, se encerraram no dia 8 de abril, em virtude da alta procura.

Concentração da prova. FOTO: Reprodução/SECOM

Segundo o próprio secretário, Adriano Fontes, ao Institucional, “todos os corredores receberam uma pulseira com chip, fixada em seus tênis, para garantir a idoneidade do resultado e das posições”. Além disso, os competidores, vindo de todo o Estado, receberam camisas com suas respectivas numerações – de praxe. A utilização da tecnologia foi elogiada pelos competidores.

As premiações somaram R$2,1 mil que foram divididos, proporcionalmente, às colocações de cada categoria – 5 vencedores masculinos e 5 femininos. O primeiro lugar conquistou R$500 enquanto o último embolsou R$50. Troféus e medalhas também foram entregues.

Logo após a corrida, os atletas foram recepcionados com frutas e água. Policiais, guardas de trânsito e especialistas em saúde acompanharam o trajeto. Simultaneamente à corrida, na praça da Caixa d’Água iniciava-se a última atividade VI Encontro Cultural: Um Sarau e Som na Praça especial de aniversário.