Foto de O Papa-Jaca

O vereador-presidente Eduardo de João Maratá (PRB) foi preso no início da tarde desta quinta-feira (5). Segundo informações, ele esteve no fórum da cidade para uma audiência de instrução. Eduardo teria desobedecido um ordem, o que contradiz a informação de que o desacato teria sido um ataque verbal contra um policial; de qualquer forma, ele acabou sendo levado à Delegacia.

O radialista Aloísio Andrade, da Juventude FM, divulgou um áudio nas redes sociais pontuando que o também vereador Amilton Fontes, que é advogado, e a advogada pessoal do parlamentar preso acompanharam-o no trajeto, permanecendo até sua liberação. O Papa-Jaca segue acompanhando o caso.