A famosa e turística cachoeira de Macambira, infelizmente, segue sendo palco de tragédias envolvendo jovens da mesma faixa etária. Na tarde deste domingo (13) a vítima foi o lagartense Welbert Santos, de 17 anos, morador do bairro Novo Horizonte. Além dele, dois outros rapazes – um de 20 anos, em 2018, e outro de 19, ainda este ano – morreram após se afogarem no local.

“Ele estava nadando, quando cansou e afundou”

No caso do lagartense, segundo o comandante do Grupamento Marítimo do Corpo de Bombeiros (GMA), tenente-coronel Hector Monteiro – que participou do resgate do rapaz – a equipe de mergulho conseguiu localizar seu corpo por volta das seis da tarde, horas após o incidente. “A informação que recebemos é que ele estava nadando, quando cansou e afundou”, detalhou o comandante.

Bombeiros levaram cerca de três horas para encontrar corpo. FOTO: Reprodução/GMA

Welbert estudava no Colégio Estadual Prof. Abelardo Romero Dantas (CEPARD). Com o comunicado oficial do falecimento, o colégio emitiu uma nota curta nas redes sociais lamentando o ocorrido e anunciando a paralisação das aulas desta segunda-feira (14) como manifestação de luto.

Também nas redes sociais, amigos e colegas dos jovem compartilharam fotos e vídeos de momentos em que estiveram juntos. Uma imagem, porém, ganhou destaque – em que ele, no CEPARD, segura um cartaz com a frase “seja a mudança que você quer ver no mundo”.

Liberado na manhã de hoje, o corpo do rapaz precisou ir ao Instituto Médico Legal (IML), em Aracaju. O velório aconteceu em sua casa, na rua do Colégio Estadual Silvio Romero. Colegas de Welbert lotaram as ruas com motos de sua casa até o cemitério.