Denis Araújo é um lagartense de 25 anos e natural da Colônia Treze – mais precisamente Rio da Vaca, segundo ele mesmo em conversa ao O Papa-Jaca. Ele não é nem um pouco comum, na verdade, ficou famoso ao longo da última década, quando passou a atuar no cenário nacional e internacional das Artes Marciais Mistas (MMA, sigla em inglês).

“Espírito de luta inflexível.”

Desde 2012, quando passou a lutar oficialmente após completar 18 anos, sua única derrota no chão do tatame foi em 2016, no Jungle Figth 90 – em São Paulo. Ao todo, Deninho, como também é conhecido, participou de 17 disputas.

Contabilizou sua segunda derrota em setembro de 2018, na Rússia, somente após decisão da corte (Knockout), segundo perfil oficial do GFC – Gorilla Fighting Champignonship 17. Ainda de acordo com o torneio, mesmo após setembro, Denis “deixou uma boa impressão, demonstrando excelentes habilidades em todos os aspectos e um espírito de luta inflexível”.

Cartaz Oficial. IMAGEM: Reprodução/GFC

Sua última batalha de peso-mosca – categoria integrada pelo lagartense e que incluem lutadores com menos de 57kg – foi em dezembro último. Na ocasião, Deninho venceu Flávio dos Santos.

Agora, em Atyrau, cidade do Cazaquistão, desde o domingo (22), ele se prepara para enfrentar o atual campeão do GFC 17, o asiático Tagir Ulanbekov – com 10 vitórias ao longo de suas 11 disputas. A luta está marcada para esta sexta-feira (27) às 8 da manhã no horário de Brasília, ou 5 da tarde no horário europeu.

No anúncio oficial do torneio, Fontes – como é chamado internacionalmente – comentou há um dia: “O novo rei do peso está aqui”. E há realmente motivo para confiança, além do excepcional acúmulo de vitórias, Denis é o primeiro – em meio a um ranking de 60 peso-moscas – classificado por Minas Gerais e o terceiro de todo o Brasil – num ranking de 765 fighters.