Também chamada de Queratocone, a ceratocone é uma doença do olho que resulta numa alteração progressiva do formato da córnea, segundo o National Eye Institute. “Esta alteração pode causar visão desfocada, visão dupla, miopia, astigmatismo e fotossensibilidade e geralmente afeta os dois olhos”, afirmam em artigo. Sem uma intervenção cirúrgica, o paciente pode ficar definitivamente cego.

A mais recente vítima foi o estudante de Sistema da Informação no IFS Lagarto, Marcos Felicio dos Santos Menezes. Aos 23 anos, ele foi diagnosticado com o problema degenerativo e o procedimento necessário foi orçado em R$9,4 mil. Sem viabilidade pelo Sistema Único de Saúde (SUS), Marcos não tem condições financeiras de arcar com os gastos e recorreu à empatia da cidade.

Proposta orçamentária. Reprodução/HOS

Em texto divulgado nas redes sociais, Felicio conta estar “no momento desempregado” e explica que, além das doações, é possível contribuir através da compra de rifas no valor de R$3. “O prêmio é um SmartWatch M3 (relógio inteligente de saúde – Pressão arterial, batimentos cardíacos, quilometragem, medidor de passos, calorias gastas, monitor de sono), quem puder me ajudar adquirindo seu bilhete só entrar em contato comigo pelo número (79) 9 9654-0300 que estarei levando a rifa até você”, informa.

Amigos do estudante – que depende da visão para exercer as funções da área que escolheu – se mobilizaram no apoio ao colega. Em menos de um dia o pedido de ajuda já circula os mais variados grupos da cidade. É possível doar através de transferências e depósitos:

Caixa – Agência: 0645 Operação: 013 Conta: 00048847-9 (Marcos Felicio Menezes Santos)

Banco do Brasil – Agência: 0336-0 Conta: 39.790-3 (Marcos Felicio Menezes Santos)