Nacionalmente, o assunto sobre nepotismo retornou ao debate após o presidente, Jair Bolsonaro (PSL), sinalizar a indicação de seu filho, Eduardo Bolsonaro, à embaixada brasileira nos Estados Unidos em troca da vinda do filho do presidente americano Donald Trump ao Brasil. Atualmente deputado federal, Eduardo é pré-candidato à prefeitura de São Paulo.

Enquanto isso, Lagarto segue replicando os dramas nacionais. Em janeiro, por exemplo, no auge da crise envolvendo outro filho de Bolsonaro, o senador Flávio, O Papa-Jaca repercutiu uma série de reportagens sobre a evolução dos bens de políticos lagartenses. O deputado Fábio Reis (MDB) foi destaque ao ter acrescido seu patrimônio em 394% entre uma eleição e outra.

Gustinho e Polyana durante encontro familiar em propriedade de luxo. FOTO: Reprodução/Instagram

Agora, o assunto é a posse da primeira-dama de Salgado, Polyana Ribeiro, ao cargo de secretária de Saúde de Lagarto. Polyana estará entrando no lugar de sua tia, Luiza; ambas com grau de parentesco com a prefeita Hilda – a primeira, cunhada, e a segunda, tia de seu marido, o deputado Gustinho Ribeiro (SD).

Além de esposa do prefeito Duílio Siqueira (PSB), Ribeiro esteve responsável pela pasta de Assistência Social, Habitação e do Trabalho no município vizinho. A indicação foi comemorada por aliados da prefeita, que tentam refutar as acusações de nepotismo com a resposta de que Polyana possui duas graduações: uma em Psicologia e outra em Serviço Social.