A campanha foi um sucesso. Poucas horas após o anúncio do rompimento de barragens em Pedro Alexandre, na Bahia, atingindo Coronel João Sá, cidade fronteiriça a Sergipe, grupos passaram a se organizar e, a partir disso, mobilizar uma gigantesca campanha de solidariedade em prol das vítimas.

“Fui criado e tenho familiares e amigos em Coronel.”

Duas organizações ganharam destaque, uma independente, que acabou por conseguir arrecadar em torno de cinco toneladas de mantimentos e outras cinco de roupas, e o Rotary Club, que entregou cerca de uma tonelada de alimentos aos atingidos. O Papa-Jaca participou da massificação da campanha nas redes sociais.

Além de donativos, roupas e itens básicos foram entregues. FOTO: Reprodução

No texto de mobilização do grupo independente, liderado por “Eduardo filho de Manoel dos Fornos”, a organização se colocava à disposição para buscar a doação em qualquer lugar. “Fui criado e tenho familiares e amigos em Coronel”, conta Eduardo ao explicar sua motivação.

A entrega foi feita através de caminhões e carros lotados. O Rotary Club viajou ainda no sábado, chegando ainda pelo dia. Já o grupo do filho de Manoel dos Fornos saiu no domingo, chegando no município pela noite.

Caminhões levaram os mantimentos. FOTO: Reprodução

“Quase uma tonelada de alimentos em uma ação conjunta entre os Rotary Clubes de Lagarto, Paripiranga, Simão Dias, Tobias Barreto e da Maçonaria de Lagarto, com a ajuda de toda comunidade e comerciantes locais, agradecemos muito o empenho de todos que fizeram parte direta e indiretamente”, conta Reinaldo Barbosa, ligado ao Rotary.