O Centro de Meteorologia de Sergipe (CMS), ligado à Secretaria de Meio Ambiente do Estado (SEMARH), tem multiplicado seus cálculos e previsões durante esta semana. Com a frente fria, considerada repentina, que atinge a parte mais ao leste do Nordeste nos últimos dias, a preocupação com seus efeitos cresceram de maneira diretamente proporcional.

Em quase todos os municípios sergipanos, a média de chuvas para o mês foi ultrapassada em mais de 100 milímetros – isto é, 100 litros por metro quadrado. Em Lagarto, nesta sexta-feira (12) esta média já acumula cerca de 115mm de alta; saindo de 150mm esperados para algo próximo de 270mm. Ou seja, já choveu o dobro do esperado para julho.

Nível de precipitação esperada para ontem, quinta-feira (11). IMAGEM: CMS/SEMARH

Ainda segundo a ferramenta The Weather Channel, a previsão de trégua para este sábado (13) está mantida e deve ocorrer logo no início da madrugada. No entanto, as zonas de instabilidade deverão prosseguir durante todo mês. Ou seja, ainda será preciso se precaver de doenças e acidentes em decorrência das chuvas por mais algumas semanas.