Em texto de sua assessoria de comunicação, o deputado federal lagartense Fábio Reis (MDB) repercutiu no estado nesta quinta-feira (6) que seu mandato protocolou um projeto de lei, de número 3.324, que concede a Lagarto o título de ‘Capital Nacional da Vaquejada’.

Ao comentar a importância da PL, o parlamentar teria dito que “é uma honra” ser responsável por protocolar o texto. “As origens do município se fundem justamente com a agricultura e pecuária, já que toda economia inicial de Lagarto se baseava em pedaços de terra, sementes e cabeças de gado”, teria dito Fábio.

Mesmo em Lagarto, grupos de defesa dos animais rechaçam – alguns apenas parcialmente – a prática e não consideram sequer um esporte. Em resposta às críticas, Reis pontuou “que a cada ano muitas ações têm sido feitas visando o bem dos animais, reduzindo os impactos indesejáveis nas realizações dos eventos”. O deputado não informou, porém, que ações seriam essas.

Parlamentar foi reeleito em 2018. FOTO: Reprodução

Em 2016, o parlamentar participou, e meses depois votou a favor, de mobilização nacional em defesa da vaquejada. O movimento pedia que o Congresso legalizasse a prática. Texto foi promulgado em junho de 2017.