Na manhã desta quinta-feira (2) as redes sociais deram destaque ao fechamento repentino do Supermercado Todo Dia. Funcionando a mais de meia década em Lagarto, o estabelecimento – como todo mercado de médio e grande porte – empregava um número considerável de trabalhadores, além de ser responsável por movimentações financeiras na casa das centenas de milhares todo mês.

Segundo interlocutores ao O Papa-Jaca, demissões já estavam sendo registradas. Porém, o anúncio do fechamento não se de maneira institucional. O esvaziamento ocorreu e, hoje, amanheceu com cartazes informando sobre a interrupção das atividades.

Nossa equipe não conseguiu contato com os administradores do Todo Dia – que pertence à rede Walmart – para explicar, com detalhes, o motivo do fechamento da loja. O Papa-Jaca quer saber, também, o número de trabalhadores demitidos com o ocorrido.

No primeiro trimestre de 2019, o quantitativo de pessoas empregadas com carteira assinada na cidade recuou 0,42% em relação ao mesmo período do ano passado. A expectativa agora é que o segundo trimestre também apresente queda. Entre as consequências mais diretas do recuo na empregabilidade estão a queda no consumo, risco de novos desempregos e a queda na arrecadação municipal.

É importante ressaltar que em junho do ano passado, a rede Walmart passou por uma reestruturação proveniente de processos de compra e venda de ações que já tinham a intenção de reduzir os estabelecimentos do “preço baixo todo dia”. O redirecionamento no mercado global teve como prisma a crise econômica brasileira e o fechamento de supermercados poderia seguir a regra mais óbvia: os menos produtivos primeiro. Possível resposta também aponta para um cenário negativo em Lagarto, ainda que havendo o contexto país.