Os líderes partidários da Câmara dos Deputados concluíram nesta terça-feira (12) a divisão dos comandos das 25 comissões permanentes da Casa. A partilha é feita de acordo com o critério da proporcionalidade, ou seja, as maiores bancadas têm preferência na escolha das comissões – com isso, PT e PSL adquiriram a maioria das presidências.

Os deputados federais lagartenses, Fábio Reis (MDB) e Gustinho Ribeiro (SD), assim como os demais parlamentares, assumiram seus lugares nessas comissões. Fábio, um dos 11 vice-líderes da base aliada ao Planalto, agora é o 2º vice-líder da Comissão de Esporte. Já Gustinho, além de suplente na Comissão de Educação e também vice-líder do partido no Plenário, é membro-titular da agremiação de Fiscalização Financeira e Controle.

O destaque se dá ao fato de que Ribeiro é novato, mas já atuará com o grupo de deputados responsáveis por (sic) analisar as contas do presidente da República; o acompanhamento e fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial da União e das entidades da administração direta e indireta; requisição de informações, relatórios, balanços e inspeções sobre as contas ou autorizações de despesas de órgãos e entidades da administração federal, diretamente ou por intermédio do Tribunal de Contas da União (TCU).

Por outro lado, Reis discutirá projetos na área desportiva. Em anúncio breve nas redes sociais – num story do Instagram para ser mais preciso – Fábio disse apenas que “trataremos o desporto com responsabilidade e compromisso”.

Gustinho foi indicado pelo próprio partido – Solidariedade – para compor a referida comissão. Também em declaração, ele pontua que “como membro, meu compromisso é em contribuir para uma gestão moderna, eficiente, ética e, principalmente, transparente”. Sua esposa, Hilda Ribeiro, assumiu interinamente a Prefeitura de Lagarto dias após a prisão de Valmir Monteiro (PSC).